Doce carinho



Flores se abrindo pela manhã,
O vento suave pela face...
Os olhos cheios de lágrimas,
Um só pensamento, um só desejo
A espera de você, e o fim do medo.

Coração apertado, boca seca
Borboletas no estômago,
E meu amado que não chega!
...

O fim da tarde se aproxima,
O meu sonho se inicia.
Ouço passos na escada, é ele quem vem...
Deixo aberta a porta, para o encontro do meu bem.
Meu maior medo, é de ser feliz,
O hoje eu conheço, mais e o amanhã ?
O amanhã não importa,
Importa o hoje, e o AGORA !


Pâmella Ferracini (:






5 Comentários

  1. Nossa Lara, verdade, bem pensado *-*

    ResponderExcluir
  2. Que lindo, Pam. Achei a leitura do poema doce como o visual desta casa. Deixei parabéns para o seu papai lá no twitter!!! Beijocas!!!

    ResponderExcluir
  3. Ai Rê, obrigada *--------------*
    Bejoka's amiiiga (:

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir