O tempo ...



Tempo. Um momento curto porém longo aos olhos. Uma curva sem som, sem chuva. Um  instante de sorrisos e choro. Quem dera-me ter a criança novamente, cheia de vida, sonhos... Como voltar a infância perdida, colher a magia da noite, se meus olhos se fecham as lembranças da noite perdida. A mudança da minha vida, a alegria contida . Um dia longo, sem rimas, sem planos, sem cores... Nada muda, nada volta, nada trás.
Quero roubar o tempo, guardar o segredo, da menina dona do tempo. Transformar o sonho real, sair do papel e pintar o azul do céu. Sem medo, sem chorar, sem deixa de amar. Apenas deixar o tempo levar, as lembranças da menina, dona do tempo.  Tempo... a magia perdida, mas não esquecida. Cada um de nós temos sempre um resquício de vontade de voltar ao tempo, Não podemos, sabemos, mas queremos.
O que nos resta é tentar usar o presente a nosso favor, sem medo, sem culpa. Use-se mais, doe-se mais, cultive-se mais, nada é eterno, o eterno é o presente. O que voce faz dele é limitado, use seu tempo para realiza seus sonhos. Não deixe para depois, pois o depois nem sempre existi, e se existir, dê mais tempo a ele.
Pâmella Ferracini, autora .



7 Comentários

  1. Engaçado que uma das ultimas postagens minhas foi justamente sobre tempo e as coisas que a ele pertencem.

    Parabens pela sua colocaçao.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Eu vi no mesmo no seu blog. Beijos linda.

    ResponderExcluir
  3. Pâm, aqui está a minha imagem pros afiliados.
    http://666kb.com/i/by4hypsnoobzrogof.jpg
    *-*

    ResponderExcluir
  4. Manuella, eu vi no seu blog mesmo**

    ResponderExcluir
  5. Essa é a imagem amiga: https://picasaweb.google.com/iasminpop/26DeOutubroDe201108#5667929313548759890

    ResponderExcluir