O tempo, só ela diz, só ele mostra...


Gostaria de acreditar que o tempo não foi perdido. O nosso tempo mesmo que chegaste ao fim, foi um tempo vivido. As palavras ditas, o amor sentido, tudo existiu, por um tempo. Não é porque houve o fim, que o antes será apagado. Não se apaga um momento, não se risca uma lembrança, não se faz de conta uma história. Se vive o momento, se sente em cada lembrança, se conta grandes histórias. Temos início, meio e às vezes o fim. Isso faz parte, é inevitável. O tempo, só ela diz, só ele mostra, só ele é capaz de fazer com que compreendemos o tempo de cada um. O meu tempo, o seu tempo... nada será em vão, não foi tempo perdido. Tudo faz parte do nosso caminho, nossa vida, nossa história.


8 Comentários

  1. Nada é em vão, às vezes temos a incerteza de um tempo perdido, desperdiçado, mas cada acontecimento, cada ação, cada consequência representa um aprendizado que devemos levar sempre conosco. Belíssimo texto, estimula uma reflexão bastante relevante.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa, que lindo comentário. Obrigada por vir, fique com Deus. ♥

      Excluir
  2. Nada é uma pérdida de tempo. Sempre vai servir pra nos ensinar algo. Adorei o texto, porque ele nos convida a pensar, refletir e ver que uma coisa por mais insignificante q pareça, sempre conta, sempre é historia.

    Nao sei se você conhecia meu blog, mas acabo de voltar a ativa. Se for visitá-lo nao se assuste, ele está em dois idiomas kkk E desculpa por nao por til onde devo, mas é que meu teclado nao tem kkkkkk https://viviendofueradeserie.blogspot.com.es/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gabriela, pode deixar (risos). Não se preocupe, vou lá sim. Obrigada por comentar. ♥

      Excluir
  3. Tanta saudade daqui! Comentei por tão curto tempo! Gostava demais de ler-te. Li bastante hoje, para matar a saudade de tuas crônicas tão subliminares, com tanto sentimento não declarado, mas percebido nos sentidos!...
    Pâmela, tu começas esse texto belíssimo dizendo 'gostaria de acreditar que o tempo não foi perdido', e encerras dizendo 'nada foi em vão, não foi tempo perdido...'
    Então, penso que no espaço de teres concluído teu texto, tua mente se inundou da verdade de que em vão será apenas aquele tempo dado ao desconsolo, à inércia, à derrota. Esse tempo existe? Sim, existe. Há tempo em vão na minha e na tua vida. Decerto. Mas a maior parte de nosso tempo é consagrada à vida! Logo, mesmo o que perdemos, o que guardamos em saudade no coração, não foi em vão - porque foi vida! Vivemos! É imperecível! Guardo pessoas, momentos, palavras, ações... imperecíveis - no coração! E mesmo quando choro por eles, um sorriso aparece no rosto, quando eu penso: é imperecível! Nós vivemos! Eu vivi!
    Saudades de ti. Beijinho
    Luc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto tempo, Luc.
      Muito bom seu comentário, e bela observação... Obrigada por vir, gosto muito dos seus comentários, sempre acrescenta algo à mais... (:

      Excluir
  4. Olá amigo(a)!

    Gostei do blog e já estou seguindo...

    Abraços!

    - tavaresplugado.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lucas, obrigada. Irei no seu blog. :)

      Excluir